Quem Somos
Galeria de Fotos
         
 
Serviços
Notícias
         




Notícias

Autocrítica no tênis

03/11/2010
 
CONCEITOS TENÍSTICOS PARA UMA REFLEXÃO CRÍTICA (AUTOCRÍTICA?) 1 - Distância enorme: medida que separa o que alguns tenistas pensam que jogam daquilo que realmente jogam. 2 - Parceiro de dupla: elemento que faz com que alguns tenistas sempre percam o jogo. 3 - Muito fraco: avaliação feita por alguns tenistas a respeito do parceiro de dupla, em decorrência dos itens anteriores. 4 - Condições atmosféricas (vento, sol, etc.): circunstâncias que perturbaram o jogo somente do tenista que perdeu. 5 - O homem: concepção feminina machista daquele que deve garantir o resultado em um jogo de duplas mistas. 6 - A mulher: concepção machista do sempre culpado pela derrota em um jogo de duplas mistas. 7 - Onde menos atrapalhe: em decorrência do item anterior, concepção machista do lugar onde a mulher deve colocar-se na quadra em um jogo de duplas mistas. 8 - Bola fora: aquela que vimos claramente que saiu, quando estávamos em desvantagem, e que o adversário e a assistência toda insistem, erradamente, em dizer que foi boa. 9 - Olhar de lince: visão perfeita daquele que sempre sabe se a bola foi boa ou fora, mesmo quando os demais assistentes têm opinião diversa. 10 - Bem deixada: aquela bola que vemos sair após termos feito um esforço inaudito para alcançá-la, sem conseguir. 11 - Bem jogada: expressão utilizada em substituição aos palavrões que pensamos ao receber aquela cacetada indefensável. 12 - Desculpe (ou "sorry"): expressão utilizada para registrar o momento em que, finalmente, conseguimos acertar o adversário com aquela bolada. 13 - Sacanagem: acertar a orelha do parceiro de duplas com o primeiro saque (o mais forte, claro). 14 - Alta sacanagem: após cometer o item anterior, no mesmo game, com vantagem contra e "match-point" contra, fazer dupla falta. C.C.Campos - Recanto Xangri-Lá, 1995